O FC Porto B recebe esta quarta-feira o Freamunde, numa partida que Rui Gomes antevê difícil perante um adversário experiente, motivado pela necessidade de somar pontos e fugir aos lugares de despromoção. O encontro referente à 36.ª jornada da Segunda Liga está agendado para as 18 horas, no Estádio de Pedroso.

Um adversário difícil e motivado
O próximo jogo será muito semelhante ao anterior, ou seja, vamos jogar contra uma equipa que luta para não descer de divisão, que vem extremamente motivada porque tem consciência que precisa do jogo. O Freamunde é uma equipa que tem vindo a melhorar bastante ao longo do campeonato, que independentemente do último jogo não lhes ter corrido bem, têm subido de produção, portanto espero mais um jogo muito difícil, muito equilibrado. Há sempre a tendência de olhar para a classificação e pensar que uma equipa que está 20 ou 30 pontos atrás do FC Porto, provavelmente é uma equipa muito fraca, mas isso nesta divisão não acontece, os últimos desempenhos desta equipa demostram isso mesmo.

Responsabilidade, rigor, concentração e ambição máxima
Uma derrota como a que averbamos na última sexta-feira nunca nos pode deixar indiferentes, o que eu pretendo é que essa diferença vá no sentido de encararmos o próximo jogo com a máxima responsabilidade, rigor, concentração e ambição. Espero que a recepção ao Freamunde nos traga algo de positivo, porque os três pontos ninguém nos vai dar. Se percebermos o que fizemos de errado e creio que já o percebemos claramente, conseguiremos anular ao mínimo os erros que cometemos, no entanto, nem tudo foi mau, temos de recuperar o que fizemos de bom nesse jogo.

O espírito FC Porto para colmatar as ausências de Seri e Pedro Moreira
A ausência do Seri tem de ser acrescida à do Pedro Moreira, são dois jogadores do mesmo sector e numa equipa como a nossa, que não tem muitos jogadores, poderá fazer alguma diferença. Mas não tenho dúvidas que temos jogadores para substituir o Seri, que nem sempre jogou a titular, portanto espero que os jogadores que mereçam a nossa confiança entrem em campo com o espírito FC Porto e vençam o jogo.

A maturidade dos jogadores do Freamunde
Penso que o Freamunde nos vai dar a iniciativa de jogo, explorar as transições e os erros que possamos cometer, mas atenção que o Freamunde é uma equipa que também gosta de jogar. Portanto, quando tiver bola vai-nos criar problemas, tem jogadores de qualidade, muito experientes e “batidos” nesta divisão e que sabem exactamente aquilo que têm que fazer, é uma equipa que tem plena consciência do que faz dentro de campo. Também por isso, pelo nível de maturidade dos jogadores adversários, vai ser um jogo difícil.”

A capacidade para tornear um ciclo de quatro jogos em 15 dias
Esta série de jogos afecta todas as equipas que tenham de estar sujeitas a este ritmo competitivo, poderá prejudicar grupos com menos soluções e planteis mais curtos que eventualmente não lhes permitam fazer uma gestão melhor. É preciso não esquecer que jogámos sexta-feira, vamos jogar quarta e voltamos a competir no domingo, portanto, contando com o jogo do Arouca, temos um ciclo de quatro jogos num espaço de 15 dias, o que tem naturalmente de deixar as suas marcas. Além disso, esta semana tivemos uma mudança de temperatura brusca, os jogadores sentem-se mais cansados, é um tempo que predispõe mais à “moleza” e que obriga a que os tempos de recuperação sejam maiores. Espero que consigamos dar resposta, até porque muitos dos nossos jogadores já passaram pela nossa formação, são atletas de selecção e estão habituados a estes jogos a meio da semana e constantes, espero que esse não seja um problema maior para nós do que para o nosso adversário, temos capacidade para tornear essa adversidade.

Comente com o Facebook:

 
Top