Treinador do FC Porto motivou os jogadores na palestra antes do jogo com o Benfica de uma maneira muito especial.

É dos livros, mas a gestão emocional de um plantel que discute um título é o maior dos desafios de um treinador em semanas como a que o FC Porto enfrentou. No sábado, apurou O JOGO, Vítor Pereira teve a habitual palestra com o grupo e a mensagem que passou visou isolar o balneário do peso de um falhanço, apontando à vitória como a grande recompensa coletiva. No fim ficou a garantia de que um resultado que não fosse a vitória teria no treinador o seu rosto: 

"Se ganharmos, o mérito é todo vosso; se perdermos, a culpa é minha." 

Foi esta, no essencial, a ideia transmitida e correspondida, no final, pelo discurso de Vítor Pereira na sala de Imprensa: 

"Kelvin e Liedson? O mérito é deles. Fui feliz. O mérito é dos jogadores, quero valorizar a equipa, que acreditou sempre na vitória." 

De igual modo, e se a história do encontro não tivesse sido alterada pelo pontapé de Kelvin, o técnico assumiria as consequências do percalço.

Comente com o Facebook:

 
Top