Críticas sim, mas só à posteriori. Eventuais incentivos à vitória do Paços não incomodam nem retiram o foco.

Vítor Pereira só está preocupado em garantir "a identidade" do FC Porto, que, a confirmar-se, ajudará bastante a equipa a sagrar-se campeã. Questões paralelas não são para si, avisa. Foi assim que respondeu à pergunta de O JOGO, sobre os eventuais incentivos financeiros para vencer que possam rolar nesta última jornada. "Todos os assuntos que não sejam futebol passam-me ao lado e nem vou comentar", sintetizou.

A nomeação de Hugo Miguel enquadra-se nessa linha. Vítor Pereira afirmou confiar na honestidade de todos e pediu uma retrospetiva daquilo que foram as conferências anteriores. "Falei e falarei sempre que me sentir prejudicado. Mas na antevisão de um jogo, nunca procurei condicionar ninguém. Se nalgum momento entenderam assim, estão completamenten enganados. Não faz parte da minha esência como ser humnano ter esse tipo de estratégias", avisou.

Comente com o Facebook:

 
Top