A equipa, cuja maioria dos jogadores transita dos Sub-14, regressou ao trabalho esta quarta-feira.

Vítor Severino considera “aliciante” o desafio de tomar conta dos Sub-15 do FC Porto, equipa em que vai procurar não só conquistar títulos, mas também dar tempo e espaço aos jovens futebolistas para evoluir. O novo técnico, que era adjunto dos Sub-19 em 2014/15, considera que os atletas estão apenas “no meio de uma linha de montagem”. Na primeira fase do Campeonato Nacional de Juniores C, que arranca a 30 de Agosto, o FC Porto estará na série B, tendo como adversários o Trofense, Moreirense, Paços de Ferreira, Rio Ave, Leixões, Penafiel, Varzim e Régua.

“Este é um desafio importante para mim, mas o desafio mais importante é poder representar o FC Porto. A estrutura entendeu que devia treinar esta equipa e fiquei bastante orgulhoso, é também um acto de responsabilidade para mim. É um desafio aliciante”, afirmou o técnico esta quarta-feira, no primeiro dia de trabalho da temporada 2015/16, que foi passado no Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia. Nos meses que se seguem, não interessa trabalhar atletas para que sejam “todos iguais”: “É um escalão em que queremos conquistar e ganhar, mas também formar jogadores para novas etapas. Eles estão apenas no meio de uma linha de montagem”.

O grupo é composto maioritariamente por atletas que transitam dos Sub-14 do Dragon Force, que competiram neste escalão na época passada, face a adversários mais velhos, e Vítor Severino que tirar partido dessa experiência. “Foi essencialmente uma época de dificuldades, que esperamos que sejam transformadas em aprendizagens para uma época também competitiva, com outro tipo de objectivos. Este é um grupo que trabalha com bastante qualidade”, apontou. O treinador sublinha que os atletas não devem dar por adquirido que a competição será agora “mais fácil”: “O ano passado terminámos com sucesso porque não abdicamos da nossa ideia de jogo, que é muito particular”.

Edgar Pereira, extremo esquerdo dos Sub-15, confessa que ele e os colegas estão “um bocado ansiosos” pelo início de uma nova temporada e de um novo ciclo de formação. “A expectativa é, como sempre no FC Porto, ganhar e sermos campeões nacionais. Sabemos do trabalho que vamos ter durante a época e vamos estar sempre concentrados, em cada dia e cada treino, para ser melhores”, declarou.


Fonte: www.fcporto.pt

Comente com o Facebook:

 
Top