Frédéric Maciel gosta particularmente do avançado pela entrega e pelo que ajuda a defender. O ex-FC Porto B joga no Mouscron e explica o que diferencia o novo jogador azul e branco.

Frédéric Maciel, extremo do Mouscron, não conhecia Depoitre antes de chegar à Bélgica e não ficou imediatamente convencido quando o viu. O tempo mudou a opinião. "No final do campeonato comecei a gostar muito mais dele e a ficar rendido, porque ele trabalha muito e defende como poucos. É um grande defensor", comenta.

Mas, se foi para marcar golos que o FC Porto o contratou, não será essa ideia um contra-senso? "É uma das principais virtudes, mas tem outras. É aquele avançado, mesmo de área. É muito esforçado, defende muito e bem, é raçudo. Não é propriamente o jogador mais técnico que conheço, mas aparece lá e faz os golitos dele e isso quererá dizer alguma coisa", explicou.

"Aparece muito bem ao primeiro poste. Ataca muito bem as bolas nessa zona após cruzamento. Segura muito bem a bola. Tem um físico incrível, segura bem, espera pelos colegas e passa, faz muitas assistências. De cabeça não é fraco, mas eu gosto dele pela raça e porque nunca desiste da bola. É um André Silva, mas menos bom tecnicamente", completou, a O JOGO.

Fonte: www.ojogo.pt

Comente com o Facebook:

 
Top